Rio Negro

( 5 dias & 4 noites )

Que tal experienciar à Amazônia , conhecendo sua biodiversidade, cultura e os povos tradicionais da beira do rio?

O Destino

No coração da floresta amazônica, encontramos Manaus que com mais de 2 milhões de habitantes nos encanta com muita história,sabores e floresta,no começo do século XX já foi conhecida como a Paris dos Trópicos.Mas o protagonista desse roteiro é o nosso Rio Negro:Imagine navegar pelo maior afluente da margem esquerda do rio Amazonas, o mais extenso rio de águas escuras do mundo e o sétimo maior em volume de água.É conhecido por sua beleza única,e pelos povos que habitam suas margens repletas de grandes árvores, pelos lagos ricos em biodiversidade e pela abundante cultura amazônica.

Informações Gerais

amazon-explorers-cruzeiros-fluviais-3

O Barco

Barco exclusivo para expedições fluviais nos rios Negro e rio Solimões. Dispõe de 2 decks , sendo área do restaurante e cabines todas climatizadas.

amazon-explorers-cruzeiros-fluviais-4

Área de Lazer

O barco dispõe de uma área de sundeck com cadeiras e bancos, um minibar e redes para momentos de lazer e relax.

amazon-explorers-cruzeiros-fluviais-5

Cabines

Todas as cabines são iguais, dispõe de ar-condicionado, banheiro privativo, janela, e cama estilo beliche, sendo uma cama meia-casal e uma de solteiro.

Dia a Dia - Cruzeiro Amazônico

Conheça os detalhes do seu próximo cruzeiro em rios amazônicos

Dia 1: Visita à uma comunidade indígena - Lendas & Tradições

Embarque no porto de Manaus – briefing de segurança e apresentação da tripulação aos passageiros e conhecimento dos passageiros pela tripulação – Cocktail de boas-vindas, em seguida navegação com destino a comunidade indígena dos Tatuyos. Enquanto navegamos pelas águas escuras do rio Negro, o almoço será servido. A após um breve descanso desembarcaremos na comunidade dos Tatuyos.

Esse tour é a sua oportunidade de conhecer a história do Cacique Pinó e como ele conduziu sua família desde São Gabriel da Cachoeira até encontrar o local onde fixou sua grande maloca. A comunidade abriga cerca de 40 indígenas, todos familiares, e a principal renda gira em torno da venda de artesanatos produzidos ali mesmo. Os Tatuyos mantêm a cultura da pesca, caça e plantação de árvores frutíferas, e fazem uso da mandioca para produção de farinha e tucupi, produtos consumidos pelas famílias da comunidade e também vendidos para os visitantes.

Após um agradável tempo com a comunidade, seguimos viagem até o rio Ariaú, onde pernoitaremos.

Passeio noturno opcional: passeio em canoa motorizada para observação e contemplação da vida noturna da selva.

Dia 2: O Nascer do Sol, A Comunidade dos Índios Baré e a Sabedoria da Floresta

Um passeio contemplativo da floresta: Antes do café da manhã, você terá a oportunidade de vislumbrar o nascer do sol em plena floresta, é o momento de fechar os olhos, ouvir o som dos pássaros, o som do vento passeando entre os galhos das grandes árvores, vivencie Amazônia em uma experiência sensorial.

Retorno ao barco para café da manhã, e logo depois você terá a chance de conhecer um local famoso por ser o habitat dos golfinhos da Amazônia, o famoso boto-cor-de-rosa. Apesar dos botos aparecerem em várias regiões da Amazônia, o lago do Acajatuba é um dos principais pontos de encontro dessa espécie.

Visitaremos o projeto apoiado pelo ICMBIO: O instituto é responsável por propor, implantar, gerir, proteger, fiscalizar e monitorar as unidades de conservação federais, além de fomentar e executar programas de pesquisa, proteção, preservação e conservação da biodiversidade e exercer o poder de polícia ambiental para a proteção da biodiversidade em todo o Brasil

À tarde visitaremos à comunidade dos índios Barés – indígenas aculturados, no Rio Cuieiras. Essa comunidade já conhecida como Nova Esperança, é tomada de um povo muito hospitaleiro. Você conhecerá sua história, escola, e o projeto da biblioteca compartilhada (eles aceitam doação de livros).

Temos uma sugestão para você: Que tal marcar um encontro com a criançada no fim da tarde para uma leitura das lendas amazônicas? Os curumins e cunhatãs adoram ouvir contação de histórias. Aproveite, esse momento de compartilhamento, a gente sempre ganha mais do que dá.

Seguiremos viagem, e à noite desembarcaremos no lago Jaradá, ainda no Rio Cuieiras, para um churrasco em uma cabana regional onde teremos oportunidade de curtir uma festa ao estilo amazônico : uma fogueira, muita cantoria, e claro, nós sempre contamos com talento dos nossos passageiros e tripulantes.

Dia 3: Parque Nacional de Anavilhanas: Fauna & Flora Amazônica

O dia amanhecerá diferente, você estará no coração do famoso Arquipélago de Anavilhanas.

O Parque Nacional de Anavilhanas: Abrangendo cerca de 400 ilhas, o parque situa-se no rio Negro, próximo ao parque nacional do Jaú. É uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza localizada no estado do Amazonas, com território distribuído pelos municípios de Manaus, Iranduba e Novo Airão, foi criado em 1981, e sua finalidade é preservar o arquipélago fluvial de Anavilhanas bem como suas diversas formações florestais, estimular a produção de conhecimento através da pesquisa científica e promover a valorização da importância do Parque Nacional para conservação.

Prepara-se para viver experiências inesquecíveis. Faremos passeios de imersão na floresta conduzindo nossas canoas motorizadas pelos caminhos entre as ilhas – é um lugar fantástico, rico em fauna e flora. Há possibilidade de avistamento de Tangarás dançantes, araras e tucanos. Boa parte deste dia estaremos em cruzeiro através das centenas de ilhas do arquipélago.

Dia 4: Rio Aturiá, Banho de Rio & Contemplação da Floresta

E chegamos no rio Aturiá, e hoje será um dia todo dedicado para passeios de contemplação, e principalmente: sentir a energia da floresta, tomar banho de rio, refrescar-se ao som das pequenas quedas d´agua encontradas ao longo de nossa navegação.

Que tal um almoço preparado em plena floresta? Sim, você nos ajudará na preparação da fogueira, e de toda arrumação do local para um de nossos últimos almoços cercado do verde amazônico.

O regresso para o barco será no final da tarde, esse é um dos momentos que podemos esperar por tudo: banho de chuva, grupos de pássaros que nos acompanham em suas revoadas, e um sol se despedindo de mais um dia em comunhão com nossa mãe natureza. Jantar a bordo.

Dia 5: Despedida da Floresta & Regresso à Manaus
Durante todo o dia navegaremos pelas inúmeras ilhas e canais que formam o arquipélago enquanto regressamos a Manaus. Previsão de chegada às 16:00.

As Experiências

Destaques do Roteiro

O que incluímos no pacote

Por que viajar para a Amazônia?

Porque Amazônia é experiência!

Desde o momento de sua chegada em Manaus, é possível sentir o clima equatorial, a energia da floresta tão próxima da cidade, e o verde que se espalha por todo o caminho até o lodge.

Prepare-se para respirar fundo ao atravessar a famosa Ponte Phelippe Daou com 3,6 quilômetros de extensão sobre o maior rio de água negra do mundo, o famoso rio Negro, e contemplar a beleza natural da floresta que abraça Manaus.

Acorde todos os dias ao som dos pássaros, delicie-se com refeições recheadas de sabores peculiares, curta o embalo na rede no final da tarde, encontre um bom lugar para ler um livro e tome muito banho de rio.

Fale Conosco

Quer reservar esse passeio ou tirar dúvidas sobre algum detalhe que não ficou claro?
Quer mais informações ou detalhes para um passeio privativo?

Envie-nos sua mensagem via WhatsApp ou através do formulário.

Amazon Explorers
Enviar mensagem
Scroll Up